a dona desse blog
é de uma teimosia absurda. além de ser psicóloga, é leitora, aspirante à escritora, filha, irmã, tia e amiga, é indecisa por natureza, não sabe fazer planos e deixa sua vida ser dominada por uma ansiedade que ela sempre achou que disfarçava bem. acha que todo dia é ideal pra questionar se suas ações estão certas, se está sendo justa consigo, se faz o que gosta (e por enquanto faz). é uma dessas pessoas que gosta da solidão da própria companhia mas não dispensa uma cervejinha com aquelas pessoas que sabem conversar, de preferência em um boteco bem boteco, porque estes servem as mais geladas.

livejournal
orkut
lastfm
twitter
facebook

links
ficadica
lentes coloridas
música de elevador
felicidade plástica
te amo, porra
um solilóquio
assopra tu
fuxicando sobre artes
luckyscars
e a vida, etc.
tofu studio
pipoca com cerveja
don't hesitate to hate
casa da chris
fina flor
fingindo dores
das minhas cores
que besteira
clarissa lamega
circulando por curitiba
terra da garo(t)a
just roll the dice
tantos clichês
I misbehave
vai melhorar, eu juro
superoito
sem pickles
um conto para narciso


passado
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Janeiro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Dezembro 2011
Janeiro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Maio 2012
Junho 2012
Julho 2012
Novembro 2012
Janeiro 2013
Fevereiro 2013
Março 2013
Abril 2013
Junho 2013
Agosto 2013
Setembro 2013
Outubro 2013
Novembro 2013
Dezembro 2013
Fevereiro 2014



  sábado, 14 de janeiro de 2012
Sobre mudanças

Apesar de ter feito apenas dois pedidos ao novo ano, comecei 2012 com várias resoluções. 

Então é assim, eu sou sedentária e fui a minha vida toda excetuando alguns anos de natação que minha mãe me obrigava a fazer para eu comer direito. Aquela história de que a gente volta com muita fome depois da piscina e não fica fazendo charme para o prato de feijão com arroz. Foi uma ótima tática. Bem melhor que as vitaminas e que Biotônico Fontoura. Criança precisa queimar energia e assim, fica com fome. 

Fora isso, sempre fui uma negação em todo e qualquer esporte. Até xadrez eu sou ruim porque não sou inteligente o bastante. De verdade, nunca me dediquei a nada. Meu objetivo nas aulas de educação física eram: (1) fingir que estava doente; (2) fingir que sentia fortes dores na perna depois de uma queda logo no começo da aula; (3) evitar as bolas que sempre voam na direção dos patos (eu) que não conseguem reagir rápido o bastante para fazer alguma coisa com mãos e pés, alguma coisa mais socialmente aceitável do que deixar a cara ali para ser atingida pela bola, resultando em um nariz sangrando (pelo menos, eu não tinha que fingir e escapava da aula).

Então, sou essa pessoa sedentária e que adora comer coisas gostosas e gordurosas. Mas o negócio é que eu sempre fui muito magra. Hoje eu me considero só magra porque consegui, finalmente, atingir o último critério que me faltava para ser doadora de sangue. Magra de ruim é do que muitos me chamam. Magrela, seca, desnutrida e outros predicados carinhosos fizeram parte da minha vida. É maravilhoso ser assim e faz muito tempo que qualquer encanação que tive com meu corpo foi embora. Claro que eu achava mais bonitas as meninas que tinham mais perna, mais braço e mais peito do que eu. Mas pensa na menina que era a gostosa na quinta série e me conta como ela anda. Aposto que engordou mais do que deveria.

Mas o lado negativo disso tudo que minha total inaptidão para esportes, somada à preguiça que domina meu ser, me tornaram uma pessoa sedentária. E tudo bem até os 25 anos. Depois dessa idade, descobri as dores. As dores na lombar, por passar muito tempo sentada, as dores no joelho, por causa de encurtamento, a postura de um adolescente sebento. É...o corpo muda. A cintura não é mais a mesma, a quantidade de celulite aumenta e assim a gente descobre as delícias de ficar mais velho.

Por isso, dentre algumas resoluções de 2012, fazer exercício físico foi uma delas. E aí eu voltei para o único esporte que tinha conseguido fazer na vida. Voltei a fazer natação. Tá foda porque naquela época eu não tinha asma. É bem difícil eu conseguir nadar a piscina inteira sem ter que parar pra dar aquela respirada, mas espero progredir. Eu precisava escolher um esporte barato, porque esse ano vou ter várias despesas (tô de casa nova). Daí tem a piscina do clube, comprei uma touca, um maiô, um óculos e um pranchinha. O gasto inicial foi alto, mas não tem mensalidade pra pagar porque eu sou dependente no clube em que meu pai é sócio. Eu queria fazer pilates, mas fica para quando eu for ryca, do jeito que tá, não dá.

Por falar em riqueza, hahaha, a outra resolução tem a ver com dinheiro. Eu decidi que esse ano vou saber quanto ganho e quanto gasto. Vou usar aquela tática dos caras economistas que dizem que a gente tem que anotar tudo o que gasta. E olha, gente, tem dado muito certo. Porque quando você anota e vai diminuindo de quanto você tem, você breca. Você percebe que tem dia no mês e muita coisa pra fazer. E como a história da casa nova tá consumindo minha energia e meu dinheiro, eu decidi pagar tudo à vista. É que, por mais que você compre menos, e fique com o dinheiro mais curto pra cerveja, pro restaurante gostoso, pras roupinhas, você pagou e nunca mais lembra daquilo.

Ano passado, comprei um sofá em 20 vezes. Quer dizer, quando eu terminar de pagar, vai ser hora de trocar o sofá. Por isso, esse ano, decidi tentar pagar pelo menos duas parcelas do sofá por mês. Essas resoluções todas tem um propósito de deixar minha vida melhor, mais tranquila e mais equilibrada. Nunca fiquei no vermelho, mas sempre passo apertada. Não quero isso. Quanto à coisa toda da natação, tô bem mais disposta que o normal, e isso também deve ser uma boa notícia pra mim.

[ 6 Comentários]
eXTReMe Tracker