a dona desse blog
é de uma teimosia absurda. além de ser psicóloga, é leitora, aspirante à escritora, filha, irmã, tia e amiga, é indecisa por natureza, não sabe fazer planos e deixa sua vida ser dominada por uma ansiedade que ela sempre achou que disfarçava bem. acha que todo dia é ideal pra questionar se suas ações estão certas, se está sendo justa consigo, se faz o que gosta (e por enquanto faz). é uma dessas pessoas que gosta da solidão da própria companhia mas não dispensa uma cervejinha com aquelas pessoas que sabem conversar, de preferência em um boteco bem boteco, porque estes servem as mais geladas.

livejournal
orkut
lastfm
twitter
facebook

links
ficadica
lentes coloridas
música de elevador
felicidade plástica
te amo, porra
um solilóquio
assopra tu
fuxicando sobre artes
luckyscars
e a vida, etc.
tofu studio
pipoca com cerveja
don't hesitate to hate
casa da chris
fina flor
fingindo dores
das minhas cores
que besteira
clarissa lamega
circulando por curitiba
terra da garo(t)a
just roll the dice
tantos clichês
I misbehave
vai melhorar, eu juro
superoito
sem pickles
um conto para narciso


passado
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Janeiro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Janeiro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Dezembro 2011
Janeiro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Maio 2012
Junho 2012
Julho 2012
Novembro 2012
Janeiro 2013
Fevereiro 2013
Março 2013
Abril 2013
Junho 2013
Agosto 2013
Setembro 2013
Outubro 2013
Novembro 2013
Dezembro 2013
Fevereiro 2014



  quinta-feira, 30 de setembro de 2010
Sobre balanço

É por causa do meu aniversário que tá chegando. É por isso que eu comecei a achar que o ano já está no fim. É que o meu está acabando e meu ano vinte e seis começa nesse domingo. Eu vou ficar com saudades desse ano vinte e cinco.

Me disseram que a partir dos vinte e seis não dá mais para dizer que se tem "vinte e poucos anos", porque agora a proximidade etária é a dos trinta anos, certo? Eu não tô onde achei que estaria com essa idade. Achava que seria independente, estaria casada, teria filhos. Isso ainda não aconteceu, mas mesmo não sendo mais novinha, não vejo muitos problemas nisso.

Mas é claro que quero mais, que às vezes eu fico pensando que fiz pouco, que poderia ser e ter mais. Mas é verdade também é que foram tantos os vieses e agora eu preciso arrematá-los. Três anos depois, a pós de São Paulo está quase terminando. Ano passado, por essa mesma época, eu terminava a da PUC e fazia minha inscrição no mestrado, tendo a certeza que não passaria. E passei e terminei um namoro e mudei de cidade e fiz novos amigos e fiquei mais feliz com tudo isso, mais feliz comigo. Quanta diferença isso fez.

Nunca tive muita paciência, nunca soube esperar e todo mundo sabe disso. Mas exercícios diários eu tenho feito nesse sentido. Acho que já é muita coisa saber o que eu quero. E depois que terminar o mestrado, quem sabe até antes (nunca se sabe), eu volte a dar aulas. Quem sabe eu comece a atender aqui em Curitiba se tudo der certo...

Quem sabe tantas outras coisas que estão marcando o fim do meu ano vinte e cinco e prometem serem temas do vinte e seis, assim como sair da faculdade, deixar o hospital, tentar o mestrado e vontade de crescer profissionalmente eram questões minhas há um ano.

Enfim, eu continuo seguindo sozinha e feliz, cada dia mais com isso tudo que aconteceu. Pode ser sorte, mas também pode ter a ver com aquela sensação indescritível de quando o que a gente faz e quer tem conformidade com o que a gente deseja.


I noticed tonight that the world has been turning
While I've been stood here, dithering around
Though I know I said I'd wait around 'til you need me
I have to go, I hate to let you down

But I can't stop now
I've got troubles of my own
'cause I'm short on time
I'm lonely and I'm
Too tired to talk

[ 0 Comentários]
eXTReMe Tracker